A Importância Da Gestão De Banca

Não há volta a dar, para quem quer fazer das apostas desportivas um hobby ou algo mais terá forçosamente que aprender a fazer uma boa gestão de banca. Já havíamos escrito que encontrar o valor de uma aposta é essencial para se ter sucesso nas apostas desportivas mas não só, a gestão de banca vem logo a seguir nesta cadeia de prioridades e arriscamos-nos mesmo a dizer que um sem o outro não leva a lado nenhum.

As séries negativas são uma realidade na vida de qualquer apostador, seja recreativo ou profissional e apenas com uma boa gestão de banca é possível suportar e minimizar os custos de um conjunto de resultados negativos consecutivos. Mas não só, quando se está numa série positiva também se quer potenciar ao máximo os ganhos e como só é possível saber que estamos numa série negativa ou positiva quando a mesma acaba ou já vai longa, é preciso um método de gestão de banca apropriado que tenha essas situações em consideração.

Mesmo sendo um apostador recreativo que aposta apenas pela diversão e pela emoção que lhe proporciona, existem formas simples de gerir uma carteira pequena para que essa diversão não tenha custos avultados ou não o leve a gastar mais do que aquilo que de facto quer e pode. Essa é aliás um dos principais motivos pelo qual deve fazer uma boa gestão de banca. Ter regra na forma como gere o seu dinheiro nas apostas fará com que não passe os limites estipulados à partida.

Se Não Pode Perder, Não Aposte

Esta é uma das regras principais no que toca a gestão de banca e não se trata logo à partida da sua banca de apostas, mas sim da sua carteira, da sua conta no banco onde está o dinheiro que usa para comer, vestir, pagar a renda da casa ou simplesmente a conta do telefone. A definição de limites é uma das formas de gerir a sua banca e começa precisamente na sua conta bancária.

Não aposte mais do que aquilo que pode ou está disposto a perder. Tal como ir ao cinema, você sabe que vai gastar uma certa quantia no bilhete mais as pipocas e poderá sair de lá frustrado porque o filme não valia o dinheiro mas, esse é um valor que você à partida pode e quer despender tendo em conta que leu as críticas ao filme e que o mesmo lhe suscitou interesse.

Com as apostas não poderá ser diferente e se você não souber diferenciar bancas e estipular limites correrá o risco de gastar mais do que quer ou, pior que isso, mais do que pode. Apostar é uma diversão que lhe poderá trazer retorno financeiro mas também lhe poderá trazer custos, tal como qualquer outra forma de diversão. Assuma sempre que pode perder tudo o que aposta e nunca ultrapasse os limites que estabelece, pois essa é a sua garantia de que de facto se diverte e que essa diversão não tem qualquer impacto negativo na sua vida.

Sobreviva a Séries Negativas

Os apostadores mais experientes certamente saberão, pois já passaram por isso, que as séries negativas são uma realidade na vida de qualquer apostador. Por muito que se conheça um campeonato, por muito que se consiga prever resultados e por muito valor que uma aposta tenha, perder 4 ou 5 ou 6 apostas seguidas é perfeitamente normal. Uma boa gestão de banca irá permitir que esta série negativa não lhe tire o sono nem tão pouco a capacidade de se continuar a divertir, recuperar com calma e acabar no lucro.

Existem várias formas de gerir uma bancae cada uma tem as suas vantagens e desvantagens. Há umas mais arrojadas e outras menos arrojadas mas acima de tudo há algo que todas tem em comum quando devidamente aplicadas – garantem-lhe que amanha há mais.

Registe as suas apostas, defina que tipo de apostador é e que percentagens de acerto consegue obter para depois escolher a melhor forma de gerir a sua banca. Até lá utilize o sistema de parada fixa, não só pela sua simplicidade como pela clareza com que conseguirá analisar os seus resultados.

Não Vá Atrás Do Prejuízo

De certeza que já ouviu essa expressão em muitos outros lados e associado a várias temáticas que nada tem a ver com apostas desportivas. Porque haveriam as apostas de ser diferentes? Não são e como tal a expressão também se aplica. Tal como já explicámos neste artigo, as séries negativas existem e acontecem a toda a gente sem excepção sendo, nessa altura, preciso apelar ao bom senso e claro está, a uma boa gestão de banca.

É normal apostadores menos regrados, em alturas como esta, fugirem da normal gestão de banca quando se apercebem que estão numa série negativa. O factor psicológico associado à vontade de voltar a vencer faz com que perca alguma lucidez no raciocínio levando a que tenha mais confiança na equipa A ou B, “É desta que volto às vitórias” pensa a grande maioria e com duplicam ou triplicam a aposta normal. Esse comportamento pode leva-lo a um estado que todos tentamos evitar a todo o custo – à bancarrota.

Se tem uma gestão de banca bem definida ou se ainda está a juntar dados para escolher a forma que mais rendimentos lhe dá, não entre em loucuras. É normal falhar prognósticos e não é a apostar duas ou três vezes mais que o normal que vai voltar a vencer ou a recuperar a sua banca. Tenha presente que triplicando a sua aposta normal está também a arriscar-se três vezes mais havendo uma forte hipótese de se afundar ainda mais.

E você gere a sua banca de alguma forma? Partilhe-a connosco!

Obrigado pela leitura e boas apostas!

Apostador há mais de 10 anos e fundador do GrandeAposta.com é um amante das apostas em geral, conciliando a visão pragmática de um engenheiro com a emoção inerente a qualquer espetáculo desportivo.

Leave A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.